Poços de Caldas contará com um plano diretor para arborização da cidade

políticas públicas

| 28 de Setembro de 2018 - by: Cíntia Gonçalves

Vereador Lucas Arruda junta propostas para a criação do pretendido plano diretor


Empresas Ecologicamente Corretas

Em entrevista Lucas Arruda relatou ao Jornal PoçosConsciente: No ano de 2017, muitas iniciativas no intuito de plantar arvores foi demonstrada pela população poços caldense, com isso, foi notado que em determinados lugares da cidade, como por exemplo: locais onde possuem fiações, a plantação realizada de modo incorreta poderá trazer sérios problemas futuros, não só na eletricidade, mas também problemas aos pedestres, principalmente para idosos, cadeirantes, crianças e deficientes físico em geral. Visando tudo isso, a nobreza de plantar uma arvore e fazer a conscientização da população, é que foi pensado a preposição de um plano diretor de arborização.
Jornal PoçosConsciente: O que é um Plano diretor?
Lucas Arruda: O Plano de Arborização é um conjunto de regras para o auxílio do plantio de novas árvores; indicando classificações de tipos de arvores adequadas para a nossa cidade, tanto para calçadas e lugares com fiações, como para a porta de uma casa. Diante de tudo, foi decidido que é preciso ter uma legislação que coordene tudo isso, foi onde propus a criação do Plano diretor de Arborização para Poços de Caldas.
Procurei alguns setores da sociedade que já tinham em mente esse plano de arborização. Existe um decreto de 2013 que a prefeitura colocou com alguns órgãos como: Jardim Botânico, DME, professores da PUC, representante de conselhos das secretarias: de planejamento e de serviços públicos, onde foi elaborado um manual simples de arborização. Esse manual foi utilizado para dar um começo para a execução do plano diretor de arborização para Poços. A equipe técnica da secretaria de serviços públicos começou a trabalhar sobre o assunto, e eu como vereador fiz a preposição de um simpósio para que fossem apresentados todos esses trabalhos que vinham sendo desenvolvidos à população, para que a mesma tomasse conhecimento e colocasse sugestões para construção deste plano diretor, e assim o desenvolvimento da proposta seja concluída de forma coletiva com a participação popular.
Será colocado regramento para que não haja problemas com as arvores no futuro e estas cresçam de forma adequada, assim os futuros plantios serão um grande benefício à vida e ao meio ambiente, trazendo inúmeros benefícios para a cidade e para o planeta, contribuindo para a recuperação e preservação do meio ambiente.

Comunidade Ecologicamente Correta

Comentários